Etiquetas: 

  • Autor
    Artigos
  • #170598 Resposta

    Adriana Vicente
    Participante

    Boa noite. Os meus vizinhos compraram uma cachorra de raça Pastor Alemão há algumas semanas e, passado poucos dias de a adquirirem, prenderam-na com uma corrente que tem pouco mais de 1 metro de comprimento, para que ela não lhe estragasse os vasos com flores e as decorações… A cadela tem acesso a uma casota e água (pois nos dias de chuva não lhe deixam comida), e não tem praticamente espaço nenhum para se mexer, muito menos para correr, exercitar, ou brincar. Recentemente, a mãe do meu vizinho confessou à minha mãe que a cadela está com diarreia desde o dia em que a compraram e confessou também que o meu vizinho se recusou a comprar a ração recomendada pelo veterinário, por esta ser muito cara (note-se a ironia, visto que ele COMPROU o cão). Ou seja, a comida que dão à cadela não é de todo a adequada e a cachorra esteve com diarreia durante pelo menos 15 dias (não sei se continua ou não). Para além de tudo isto, soube também que os vizinhos não vacinaram a cadela, sendo esse um dos motivos que os levam a nunca a levar a passear. Até nas noites de chuva e frio a deixam presa na rua. Volto a frisar que se trata de uma cadela bebé que passa as noites e dias a chorar. O meu vizinho é claramente uma pessoa muito pouco acessível e tenho a certeza de que tentar sensibilizá-lo relativamente a esta situação só iria gerar conflito, pois até a mãe dele diz que já tentou abordar a questão com ele e de nada adiantou.

    O que devo fazer?

  • #170630 Resposta

    Rui David

    Estas situações nunca são de simples solução; provar que há maus tratos a um animal é complicado, sobretudo se não há testemunhos na altura. Se não é possível ter uma conversa razoável com os donos, talvez a melhor opção seja entrar em contacto com uma associação de defesa animal da localidade, explicar-lhes a situação e pedir para enviarem alguma informação sobre o bem estar animal, a necessidade de vacinação, os riscos de não o fazer, tanto para a saúde como em termos legais. Podem também entrar em contacto com o veterinário para ele também poder aconselhar devidamente.

Resposta a: Cachorro acorrentado
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">