• Autor
    Artigos
  • #168581 Resposta
    Foto de perfil de Rui Monteiro.
    Rui Monteiro
    Participante

    Bom dia,

    Eu e a minha namorada mudámo-nos no final do ano passado para um apartamento na zona de Oeiras e desde início que sofremos um pouco com este animal.

    Trata-se de um cão que pertence a um prédio próximo do nosso, no entanto como só conseguimos vê-lo nas trazeiras e dada a  configuração dos prédios não conseguimos perceber qual o andar certo emque tocar à campainha para falar com os donos.

    O que acontece é que o cão fica, às vezes, durante horas seguidas a ladrar. Durante o dia não nos faz diferença nenhuma, mas de noite é extremamente incomodativo, pois acordamos com o animal e não conseguimos descansar.

    As duas últimas noites acordámos com o cão a ladrar às 3 da manhã.

    Pelo que consigo ver do quintal o cão não tem uma casota e dorme ao relento quer faça chuva, quer faça sol. Já chamei a psp duas vezes mas disseram-me que nada podem fazer pois não existem sinais de maus tratos ao animal.

    Mas pergunto eu, não é mau trato não providenciar um local abrigado para o animal poder dormir?

    Peço, portanto a V.Exas. apoio nesta situação, pois não sei o que fazer e, óbviamente, fazer mal ao animal está fora de questão pois ele não tem culpa, é um cão.

    Desde já estou grato a V.Exas pela atenção dispensada.

    Aguardo feedback.

    Semoutro assunto de momento e com os meus melhores cumprimentos,

    Rui A. Monteiro

  • #168582 Resposta
    Foto de perfil de ruidavid.
    Rui David

    Antes de mais é preciso identificar o que realmente está em causa. Maus tratos a animais é uma coisa e barulho nocturno é outra (apesar de poderem estar relacionados, mas não necessariamente).

    É uma das obrigações dos donos de um animal providenciarem um espaço onde este possa estar protegido dos elementos, nomeadamente do frio, calor ou chuva. Mas é preciso saber ao certo se o animal não tem qualquer refúgio ou se não tem acesso ao interior da casa. Se assim for, deve contactar-se o departamento animal da PSP (PSP-Defesa Animal).

    No caso de se tratar de ruído nocturno, o melhor é sempre começar por conversar calmamente com os donos, sensibilizando-os para os incómodos dos vizinhos; podem inclusive falar com outros vizinhos para saber as suas opiniões. Identificar o andar certo não será, com certeza, um impedimento de maior e muitas vezes é preferível resolver estas situações de modo civilizado, entre vizinhos, numa base de boa fé, antes de “meter” as autoridades policiais (ao caso a Polícia Municipal) ao “barulho”.

Resposta a: Cão que ladra muito durante a noite.
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">