• Autor
    Artigos
  • #162174 Resposta

    Antonio Mourato

    O meu cão foi atropelado recentemente por um taxista, no qual esse indevido nem sequer assistiu o animal . depois de muitas voltas a companhia de seguros desresponsabilizar o sr que atropelou o cão e se meteu em fuga .
    Gostaria de saber onde me devo dirigir para que isto não fique em vao. O animal já foi operado todo custo foi suportado por mim ja que acho isto injusto agradeço que me digam o que fazer .
    Antonio Mourato

  • #162280 Resposta

    ruidavid
    Administrador

    Este tipo de situação tem a ver, muitas vezes com o modo como o cão estava na via pública: passeava com trela? Atravessava na passadeira? Sobretudo o facto de passear com trela, que é um procedimento obrigatório em zonas de acesso público, é um factor decisivo para as decisões das seguradoras.
    Confirme-nos, por favor, os pormenores da situação para melhor o podermos informar.

  • #162396 Resposta

    Antonio Mourato

    sim o animal estava com a trela metida no pescoço e quando chegou a porta da veterinária deu um puxão e a trela saiu pelo pescoço do animal, e fugi-do para a estrada que fica a pouco menos de um metro nisso um taxista passou e atropelou o animal sem dar qualquer assistência o mesmo.

    • #162410 Resposta

      ruidavid
      Administrador

      O problema nestas questões é que, sempre que se passeia um animal na via pública, o dono do animal é o responsável por ele; se o animal se solta da trela, muito provavelmente vão responsabilizar o dono por não ter a trela bem presa; a não ser que o animal se solte em circunstâncias extraordinárias, é isso que se passa. No que se refere ao condutor não ter dado qualquer assistência, uma queixa nesse sentido precisa de testemunhas e de provar que o condutor não viu o animal; mas, muito provavelmente vai voltar-se à mesma questão: o animal estava solto na via pública; em última instância, o condutor pode até interpor uma queixa contra o dono do animal por danos no seu automóvel.

  • #167877 Resposta

    Susana

    Hoje o meu cao fugiu para a estrada e foi atropelado, pelo que o levei imediatamente para o veterinário. A condutora ficou aos berros porque o cao “lhe estragou o carro”. Eu fiquei com o número dela porque o pobrezinho ficou mesmo muito ferido e sai imediatamente para lhe salvar a vida.

    O tratamento dele vai para cima dos 1000 euros e sei que a culpa é minha, mas será que a condutora não deverá comparticipar das despesas?Ou seja, eu responsabilizo-me pela viatura e ela pelo tratamento do cao que atropelou?

    Peço a vossa ajuda em esclarecerem-me nesta situação.

    Obrigada!

  • #167963 Resposta

    Rui David

    Por lei, a responsabilidade do que acontece por acção de um animal, na via pública, é do seu dono. Legalmente todas as despesas inerentes, tanto dos tratamentos do cão como dos arranjos do carro, são da responsabilidade do dono do animal.

  • #168079 Resposta

    Maria

    <p style=”text-align: left;”>Boa tarde, ontem à noite circulava de carro numa localidade perto de casa e na minha direção vinha um cão de porte grande a correr e sem conseguir evitar atropelei o animal. Como se trata fe um animal muito pesado o choque foi muito grande apesar de nao vir a grande velocidade. O animal ficou bastante ferido e o meu carro danificado, nao abandonei o animal tentei perceber quem era o dono e liguei para as autoridades. Os donos do cão por varias vezes afirmaram que achavam estranho porque segundo eles o animal esta habituado a circular sozinho na via publica e anda sempre na berma. Como vivo perto do local onde se deu o acidente e faço o mesmo percurso varias vezes em horarios diferentes sei que o cao esta constantemente na rua. Ontem levaram o cão para o veterinario mas nao me foi dada nenhuma justificação. Como devo proceder?</p>
    <p style=”text-align: left;”>OObrigada</p>

    • #168577 Resposta

      Rui David

      Pedir responsabilidades aos donos do animal.

  • #168962 Resposta

    Anónimo

    O meu cachorrinho foi atropelado e morreu. Um autocarro (a andar demasiado depressa para uma cidade) atropelou-o. O meu cachorrinho estava com trela. Foi atropelado mesmo com trela. Ele tinha muita força e deu um puxão e não o conseguimos agarrar. Correu para o meio da estrada e pronto. De quem é a responsabilidade? Tendo em conta que foi atropelado com trela, não se teve força para agarrar o cachorrinho e o autocarro vinha em excesso de velocidade.

  • #169066 Resposta

    Tânia

    Considerando uma situação semelhante às descritas acima em que se embate num cão porque ele está solto, se depois o dono do cão recusa assumir a responsabilidade, como se deve proceder? A quem nos devemos dirigir?

    • #169069 Resposta

      Rui David

      Se as partes envolvidas não conseguirem chegar a acordo entre si terá que seguir as vias legais o que começa com uma participação da ocorrência as autoridades policiais da localidade.

  • #169848 Resposta

    Alberto Ferreira

    Boa tarde.

    Ao sair de um estacionamento atropelei um cão que passeava com trela. Ciente das minhas responsabilidades quero participar ao seguro. Como devo proceder?

    • #169870 Resposta

      ruidavid
      Administrador

      Boa tarde

      Entre, por favor, em contacto telefónico com o nosso escritório através dos n.ºs 21 4578413 / 96 129 63 53.

      Obrigados

  • #170804 Resposta

    Juliana

    Boa noite,

    Infelizmente, atropelei um cão que circulava na via publica sem trela. Chamei as autoridades, que registaram a ocorrência e levaram o animal ao veterinário para verificar se o mesmo tinha chip, tendo-se constatado que, apesar de ter chip, o mesmo não tinha os dados registados no sistema. Entretanto, o animal ficou na clínica a receber tratamento. Gostaria de saber como devo proceder, uma vez que o carro que conduzia era alugado e ficou bastante danificado, bem como quem terá de se disponibilizar pelas despesas veterinárias.

    Obrigada.

    • #170940 Resposta

      Rui David

      A melhor maneira é entrar em contacto com o SIRA ou SICAF, bases de dados dos chips, e através do n.º do chip tentar identificar o veterinário onde o animal foi chipado. O veterinário onde o animal recebeu tratamento tem esse acesso. Chegando à ficha de inscrição feita no veterinário onde foi posto o chip, poderão chegar ao dono do animal.

Resposta a: Pedir responsablidade o Seguro
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">