Set
10
Ter
SEMINÁRIO VOLUNTARIADO PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA | LIFE VOLUNTEER ESCAPES @ Auditório do Arquivo Municipal de Vila Nova de Gaia.
Set 10 @ 9:00 – 17:30

 

O Seminário VOLUNTARIADO PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA, no âmbito do projeto LIFE VOLUNTEER ESCAPES irá decorrer dia 10 de Setembro de 2019, das 9h00 às 17h30, no Auditório do Arquivo Municipal de Vila Nova de Gaia

A parte da manhã está reservada para as diferentes apresentações de quem trabalha nesta temática, a nível nacional e internacional.

Da parte da tarde serão os Trabalhos de Grupo com Sessões Paralelas, com os seguintes temas: Angariação de voluntários, Motivação e Resultados: Medir e Divulgar.

O projeto LIFE VOLUNTEER ESCAPES é um dos quatro apoiados pelo Programa LIFE, em toda a Europa, para ensaiar e avaliar a viabilidade de recorrer a voluntários do Corpo Europeu de Solidariedade para apoiar atividades de conservação da natureza e biodiversidade. É um projeto LIFE Preparatório, o que significa que se destina a gerar informação e conhecimentos que possam ser utilizados, após a sua conclusão, a uma aplicação mais alargada.

O projeto envolve uma parceria alargada de várias organizações com trabalho anterior no acolhimento e dinamização de voluntariado para diversas atividades de conservação da natureza e biodiversidade, bem como organizações que têm promovido trabalho complementar nestas áreas.

É neste contexto que surge o seminário “Voluntariado para a Conservação da Natureza” em que se pretende a partilha de diferentes visões e experiências sobre este tipo de voluntariado, bem como a reflexão sobre a sua sustentabilidade e continuidade pós – LIFE.

NOTA: Participação gratuita sujeita a inscrição até 6 de setembro de 2019.

 

Programa:

9:00 | Receção dos participantes

9:30 | Sessão de Abertura
José Pimenta Machado – Vice-Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente

Sandra Sarmento – Diretora Regional do ICNF Norte

MODERADOR: Kathleen Araújo – Jornalista da Biosfera

10:00 | LIFE VOLUNTEER ESCAPES – O Corpo Europeu de Solidariedade e o voluntariado para a conservação da natureza – Margarida Silva

10:20 | LIFE – FOLLOWERS – Desafios e aprendizagens do projeto – Pablo Martínez

10:40 | Voluntariado no Parque Natural de Montesinho – Susana Abrantes

11:00 | Pausa para café

11:30 | INVASORAS.PT – O voluntariado no combate às espécies invasoras – Elisabete Marchante e Hélia Marchante

11:50 | Água das Pedras – A Visão empresarial

12:10 | CRE.PORTO / FUTURO – PROJETO DAS 100 000 ÁRVORES

12:30 | GABINETE FLORESTAL DO MUNICÍPIO DE SINTRA – A perspetiva do Município – Sónia Abreu

12:50 | Debate

13:10 | Almoço livre

14:30 | SUSTENTABILIDADE DO VOLUNTARIADO PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA
Apresentação da metodologia de trabalho

14:45 | GRUPOS DE TRABALHO COM SESSÕES PARALELAS
Angariação de voluntários | Motivação | Resultados: Medir e Divulgar
– Quais os fatores limitantes?
– Quais as oportunidades?
– O que podemos fazer para melhorar no futuro?

16:00 | Pausa para café

16:30 | CONCLUSÃO DOS GRUPOS DE TRABALHO
MODERADOR: MONTIS

17:15 | Sessão de Encerramento
Henrique Pereira dos Santos – Presidente da Direção da MONTIS

17:30 | Cocktail de Encerramento

+informações:

Website do Projeto: https://lifevolunteerescapes.org

Email da Coordenação do Projeto: [email protected]
Out
9
Qua
A vaga de mineração a céu aberto e a sobrevivência do Interior – alternativas @ Sede da associação Campo Aberto
Out 9 @ 21:00

                                                  

 

Debate tipo tertúlia participativa, intitulado

“A vaga de mineração a céu aberto e a sobrevivência do Interior – alternativas”

Quarta-feira, 9 de outubro, às 21:00,

na sede da Campo Aberto, Rua de Sta Catarina, 730 – 2.º andar, Porto

(Bolhão, cerca de 300 metros acima do Via Catarina, do mesmo lado).

 

A Campo Aberto procura esclarecer-se e contribuir para o esclarecimento público sobre a corrida maciça à mineração no Interior de Portugal, com especial incidência no Norte e Centro.

Quem mente? Quem tem razão? Quem é ignorante? Quem sabe?

Há quem fale no lítio, mas é de facto uma extensa panóplia de minérios em vastíssimas extensões de terrenos, que sem conhecimento público já foram em parte comprometidas pelas autoridades através de estratagemas legislativos e ocultação ou silenciamento de informação crucial.

Mas como a verdade vem sempre ao de cima (embora muitas vezes não pareça), a dada altura começou a constar e as populações afetadas interrogaram-se e não se resignam a não serem ouvidas:

Que vai acontecer às nossas águas? Às nossas terras, solos, campos agrícolas, matas e baldios?

Que vai acontecer ao nosso modo de vida, à paisagem e beleza das serras e dos vales, ao nosso sossego e qualidade de vida?

É isto que nos prometem como solução para viabilizar o interior?

Ou haverá outros caminhos mais em harmonia com a Terra e a terra, com a Natureza e a sã convivência inter-humana e dos seres humanos com a beleza do mundo?

 

Com a presença e comunicações de Maria do Carmo Mendes, do movimento de resistência à mineração na Serra da Argemela (Covilhã); de Renata Almeida, do Movimento Contramineração da Beira Serra; e (a confirmar) Carlos Leal Gomes, geólogo, Professor na Universidade do Minho.

Segue-se debate com os presentes.

A inscrição livre e gratuita, mas obrigatória. Para se inscrever: enviar nome, email e telefone de contacto de cada pessoa a inscrever para: [email protected]

A partir de dia 7 de outubro, inclusive, só se desloque se tiver recebido confirmação de haver vaga. No dia 9 só se inscreva via sms ou tm 918527653. Eventualmente, caso haja lugar, é possível a inscrição no próprio local e hora.

Participe!

Veja também MINERAÇÃO POLUIÇÃO SILENCIADA:

http://www.campoaberto.pt/2019/09/09/mineracao-poluicao-silenciada/

 

Organização

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente

[email protected]

www.campoaberto.pt