#166661 Resposta

José

Sinceramente, hoje tive que repensar esta situação.

Sou um defensor dos animais e adoro cães. Nem me lembro de ter tido senão experiência positivas com animais nestes últimos tempos. Infelizmente sei que muitas vezes as pessoas falam sem sequer fazer ideia de muitas condicionantes. Recentemente ia a passear com a esposa numa bela praia do nosso país quando alguns cães nos saltam literalmente para o peito. Ter um cão de porte grande a saltar para o peito quando se tem uma cicatriz cirúrgica e respectivos pontos no peito garanto-vos que não é nada agradável. Também sei por experiência que ter o sistema imunitário debilitado por quimioterapia e ter que ir a uma hora tardia tentar dar um pequeno passeio pela praia quando há menor probabilidade de contacto com multidões, sol ou animais e mesmo assim não os conseguir evitar porque ninguém usa trela nem os controla ou deixam as respectivas fezes por lá não é nada agradável.

E sim, isto acontece. Todos os dias.

Precisamente por ter recentemente ganho outra perspectiva de certos aspectos é que defendo com mais veemência o efectivo respeito pela legislação emm vigor.

Assim como no caso dos cães que nos saltaram para o peito, mesmo que sem agressividade, acabam por fazer dano e perturbar o que deveria ser o usufruto do direito corriqueiro de dar um passeio à beira-mar com toda a tranquilidade, também para alguém com um sistema imunitário mais deprimido, com alguns problemas de saúde, com mobilidade limitada, etc. etc. etc., é atemorizador e talvez até desastroso ter que lidar com cães a correr para si mesmo que sejam amigáveis como todos os donos gostam de invocar.

Como disse, nunca tive um problema com um cão, normalmente lido sempre bem com eles e até gosto de conversar com os donos e contactar com novos animais/raças, mas existem sempre aqueles momentos em que dava jeito que cumprissem com a lei.

E essa é bem clara: TODOS os cães têm que andar SEMPRE com trela em zonas públicas ou com açaime funcional e o dono por perto. Se fora de raças consideradas perigosas têm de andar com ambos.