#167644 Resposta

Antonio Silva

Pobre Carla Sofia e o seu Snoppy que é do irmão…

Presumo que não vive no prédio para sentir na pele os problemas contudo relata com detalhe o comportamento do meigo, dócil a santificado cão, que já foi atacado por um gato a mando da vizinha bisbilhoteira que faz barulho e o pobre do irmão é atacado pela polícia PSP que nem o deixa falar!

Que tal deixar de se armar em vítima, o de fazer do Snoopy um cão meiguinho que não faz mal a ninguém e encarar o simples facto de que um animal a latir, a chorar, a raspar com as patas nas portas FAZ BARULHO. E barulho é algo que incomoda. Barulho de latir incomoda mais que as vizinhas a subir as escadas… porque para chegarem a casa têm de passar pelas escadas, não há volta a dar. O cão só está a fazer a sua natureza… lol. Só vitimização, nenhuma responsabilidade. Ah, já fiz isto, já comprei aquilo etc, etc. E ENTÃO? Por acaso resolveu o problema? Se o cão tem dificuldades de adaptação os vizinhos já estão a ouvir essa desculpas faz SETE MESES e eles é que têm de ter mais paciência? Sim, há pessoas que trabalham de noite e precisam descansar de dia. Mesmo que não existissem, a lei é para se cumprir: Não se podem fazer ruídos desnecessários que interfiram com o sossego de todo o prédio. Não são umas vizinhas tagarelas a falar à porta durante 30 minutos que incomoda. A menos que o fizessem por horas e horas, montassem churrasquinho e repetissem isto TODOS OS DIAS. Um cão não tem noção. Sim é verdade que o animal é inocente. Mas os donos não são. Se o cão estava habituado a um quintal devia continuar num. Mesmo em quintal, muitos cães são sossegados e não latem. Pelo que o animal nunca foi adequadamente educado agora que a proximidade dele com outras pessoas o obriga, agora é que se nota a negligência dos donos desse animal dócil. O cão não quer estar sozinho. Ponto. Cada vez que o deixam sozinho ele arma um banzé. Cada vez que escuta ruidos estranhos com a sua superaudição quando comparada à humana, late. Chora, fica alarmado, assustado.. .Quer sair, quer correr… e manifesta tudo isto a LATIR, CHORAR, CORRER SEM PARAR dentro do apartamento, RASPAR com as unhas na PORTA… E os vizinhos é que têm de aguentar isto?? Levem o cão convosco para o emprego. Se é tão dócil como dizem, um santo inclusive, aposto que não vai sequer dar nas vistas.