#168599 Resposta

Marlene Torres

Boa tarde,

Estou à cerca de dois meses a viver numa moradia. Anteriormente vivia num andar moradia e ao longo do tempo fomos-nos apercebendo que há pessoas que não sabem viver mesmo em sociedade, poucas são as que conseguem ter respeito pela vizinhança e fazem o que querem. Prezo muito o sossego e respeito muito o sossego de toda a gente. Na anterior habitação não havia animais em nenhum dos andares, Graças a Deus. Por muito que se tenha cuidado, incomoda sempre. Mas havia outros barulhos. Julgávamos nós que ao mudar de casa, e comprando uma moradia, iríamos viver em paz e finalmente iríamos aproveitar os fins de semana para dormir até mais tarde…Não é isso que está a acontecer! Dois vizinhos, cujas traseiras das suas moradias e que dão para as traseiras da minha casa, têm um cão cada um. A rua é muito sossegada, não se houve nada, apenas o ladrar constante dos dois cães. A cozinha, o meu quarto e o do meu filho dão para as traseiras. Chegamos a casa, quase sempre por volta das 19h e desde que chegamos os dois cães ladram constantemente, estamos a chegar e eles já estão a ladrar e julgo que ladram por ladrar, não têm razões para isso, porque não se vê nada, nem ninguém…Os poucos fins de semana que ainda passei na casa nova, acordo sempre por volta das 7h15, pois os donos poe-nos no pateo, julgo para fazerem as suas necessidades e começa a “festa”. Uma coisa é certa, por volta das 23h ambos são recolhidos para dentro de casa. Mas um deles até dentro de casa se houve a ladrar, pois o barulho entoa e consigo ouvir de minha casa. Adoro animais, sou incapaz de fazer mal aos bichos, mas digam-me, sou obrigada a aturá-los? Vê-se que os animais estão ali por estar, só para dizerem que têm um cão? Não lhes dão amor, nem carinho, nunca os vejo a passearem com os animais na rua…estão num pequeno espaço de pateo. Volto a repetir, gosto de animais, mas não tenho culpa nenhuma que as pessoas não saibam tratar deles, preciso do meu descanso, tenho o direito de estar dentro de minha casa em paz e sossego e quero usufruir desse descanso quando bem me apetece e não é só a partir das 23h00 até às 7h15 da manhã, porque está na Lei…Não conheço os vizinhos, nunca os vi, fico indecisa e sem saber se vou falar com eles e expor a situação…como será que vão reagir? Se chamo a polícia, começo mal e crio logo um ambiente de má vizinha e sei lá o que poderão fazer como “vingança”. Sempre fui educada a respeitar os outros e viver com má vizinhança e em constantes conflitos, não é o meu lema de vida. Os cães ladram sim, mas há que saber educá-los desde bebés e aqui não há respeito por ninguém, nem pelos vizinhos, nem pelos animais…