#168979 Resposta

Nuno Barreto

Boa tarde! Antes de começar quero começar por dizer que gosto muito de cães, até porque eles fizeram parte da minha casa durante 15 anos. No entanto ontem deparei-me com uma situação desagradável. Fui passear com a minha afilhada e resolvi ir até uma praia com ela. A praia era concessionada, embora estejamos fora a época balnear, as placas estão à entrada e não diz que só são abrangidas na época balnear. Estavam algumas pessoas na praia e fomos brincar um bocado para a areia. Quando a minha afilhada(7 anos) resolver pegar num pau que estava caído para escrever na areia, vêm dois cães de raça labrador ( que gosto imenso) a correr em direcção dela e a ladrar. Tenho por norma que é provável que só queiram brincar, mas a minha prioridade é zelar pela segurança dela. A miuda entra em pânico e a minha reacção foi colocá-la no meu colo. Os cães quando chegaram perto de nós começaram aos saltos e a cheirar as pernas dela, enquanto a miuda só chorava. Passado uns segundos veio o dono buscar os cães e disse que não faziam mal. Eu apenas lhe disse que aquilo não podia acontecer. Resolvemos afastar-nos mais um pouco para a menina estar mais à vontade. Passado poucos minutos volta a acontecer a mesma situação. Fiquei aborrecido e disse ao senhor que isto não voltaria a acontecer. Ele convidou a minha afilhada a fazer festas aos animais e eu disse que a miuda tem medo e que não tem que passar por aquela situação. O senhor meio contrariado disse que estavamos fora da época balnear mas que mesmo assim então iria prender os cães. Eu respondi que não é por estar fora da época balnear que os cães podem andar soltos naquela praia. Agora pergunto-me, neste caso quem tem a razão, e que medidas deveria eu ter tomado?

Obrigado