#169617 Resposta

Rui David

Por lei, os animais de companhia quando fora das suas propriedades, devem estar acompanhados por alguém responsável e a trela. A lei é genérica e existe para protecção, tanto dos animais como das pessoas. No tipo de situações como a descrita, muitas vezes quando o animal é manso e bem conhecido de todos e não incomoda ninguém, as pessoas dão-lhe uma certa liberdade, o que, a meu ver, não tem nada de mal; mas isto só quando ninguém se sente incomodado. Se um condómino, por alguma razão se sente incomodado ou ameaçado, é dever dos donos do animal mudar as suas rotinas.