#169699 Resposta

João Morgado

5 a 6 horas seguidas a latir  ….até nos obrigar a sair de casa.

Em doidos. Temos dado em Doidos com o constante latir do cão do vizinho.

Seja durante o dia ou durante a noite o constante, permanente e persistente  “ruído” é proibido (peço confirmação). Para não se falar do que aqui se pode considerar “maus tratos”. O som vem de uma varanda, presume-se que o cão lá esteja preso, viva lá. Varanda pequena, dada a semelhança entre as varandas do prédio.

Como não se sabe qual o apartamento foi colocado recado no vão de escadas e elevadores. Aguarrrrrrddddaaaa-seeeee para que não se quebre ou ponha em causa os princípios  da boa vizinhança com a chamada das autoridades…..

É insuportável.

É insuportável. É insuportável. É insuportável. É insuportável. É insuportável. É insuportável. É insuportável. É insuportável. É insuportável. É insuportávellllll.

( ao momento deste desabafo já vão 6 horas SEGUIDAS da criatura que não fica sequer Rouca.)

Para os que acham e que aqui afirmam não há nada a fazer, dado que é do direito do horário, que é do direito “do animal”; desejo, entre outros mimos,  um bom descanso ao som de cão enervado, inquieto, barulhento, “falador” por um preciso tempo.

JUÍZO GENTE

Ter um cão não é sino. O primeiro pode tocar a repique sozinho

…e quando vocÊs não estão.

desculpem a partilha,

att

vou arejar à rua.

ps: ( sim gosto, aprecio e respeito toda a fauna)