#175696 Resposta

Rui David

Antes de mais só lhe podem tirar o cão com uma ordem de um tribunal. De qualquer modo a lei está do lado da sua vizinha. Como se compreende, tem de haver períodos destinados ao descanso das pessoas e é da responsabilidade dos donos do cão a resolução destas situações. O que pode acontecer, se houver queixa é as autoridades aplicarem multas pecuniárias e darem um prazo para resolver a situação. Depois disso, as coisas podem complicar-se. A solução: cada canídeo é uma personalidade diferente e nem sempre o que resulta para um resulta para outro. Dar-lhe um brinquedo que ela possa identificar como só dela, pode ajudar. Mas se continuar a não conseguir acalma-la, talvez seja boa ideia consultar ajuda especializada junto de uma escola de educação canina, que trabalhe com métodos positivos.