#180616 Resposta

Francisco Carvalhal

<span style=”font-size: large;”>Ex.mas(os) Senhoras(es) da LPDA,</span>

<span style=”font-size: large;”>Bom dia,</span>

<span style=”font-size: large;”>Venho por este meio perguntar á LPDA qual o procedimento que se deve usar quando um cão ladra consecutivamente quando o mesmo fica sozinho em casa?</span>

<span style=”font-size: large;”>No prédio vizinho ao nosso lado existe um cão de porte pequeno que ladra consecutivamente quando fica sozinho. Eu próprio à cerca de dois ou três anos já fiz uma exposição via e-mail á LPDA e á PSP. Nessa altura a PSP foi falar com a Dona do cão mas a verdade é que os problemas do ladrar consecutivamente continuam. Temos tido todos muita paciência e tentamos de uma certa forma habituar-nos com este grave problema mas por vezes é demais e sinceramente já não sei o que fazer. Ainda o ano passado voltei a falar com a Dona deste cão para ela fazer alguma coisa mas tenho a certeza que faz ouvidos de mercador, porque para esta Senhora deve ser normal, porque ela não é incomodada porque quando chega a casa faz a festinha habitual de recepção e evidentemente que o cão fica mais calmo mas quando ela e a sua família sai de casa lá volta outra vez o mesmo problema… O LADRAR CONSECUTIVAMENTE.</span>

<span style=”font-size: large;”>Por exemplo hoje dia 23 de Junho de 2019 o cão está a ladrar à mais de duas horas sem parar. Acreditem que é muito maçador porque preciso de descansar e não consigo porque o apartamento desta Senhora é colado ao meu e tenho que levar com isto praticamente todos os dias.</span>

<span style=”font-size: large;”>Existem certo tipo de Donos de cães que se esquecem que há pessoas que trabalham à noite e precisam de descansar de dia, ou seja, trabalham por turnos, e este tipo de Donos de cães não respeitem o bem estar dos vizinhos. Este tipo de Donos de cães ignoram completamente o bem estar dos vizinhos. </span>

<span style=”font-size: large;”>Por vezes existem graves problemas entre vizinhos por causa deste tipo de situações e as Entidades Responsáveis por vezes ignoram completamente este tipo de problemas.</span>

<span style=”font-size: large;”>Estive a ler um artigo da DECO e realmente existe uma Lei que protege as pessoas neste tipo de casos.</span>

<span style=”font-size: large;”><b>Este cão está num apartamento na Av do Parque, nº 32, 2º piso, Rinchoa, freguesia de Rio de Mouro concelho de Sintra (o apartamento onde está este cão não sei ao concreto se é 2º esqº ou 2º dtº mas é de certeza o 2º andar).</b></span>

<span style=”font-size: large;”><b>Por favor vejam da melhor forma se podem falar com a Dona deste cão e resolver este problema que já acontece ás mais de 3 anos.</b></span>

<span style=”font-size: large;”><b>Aguardo uma resposta.</b></span>

<span style=”font-size: large;”><b>Muito obrigado.</b></span>

<span style=”font-size: large;”><b>Melhores cumprimentos,</b></span>

<span style=”font-size: large;”><b>Francisco Carvalhal</b></span>