A visualizar 1 resposta da conversa
  • Autor
    Artigos
    • #189240 Responder
      Joana Gonzalez
      Convidado

      Boa tarde,

      Adotei um cão há dois anos através de uma página de Facebook de adoção de animais abandonados! A pessoa que me deu o cão disse que iria visitar a minha casa nos primeiros tempos em que o cão viesse para a minha casa! O chip do cão está em nome dessa pessoa, que nunca chegou a visitar, não por não poder mas por não ter sequer entrado em contacto para a visita! Neste momento o cão encontra-se bem de saúde, a veterinária deu um feedback bastante positivo da saúde e da forma como o cão está bem cuidado, mas que temos que mudar este chip para o nosso nome, obviamente, para que possa levar as vacinas que vai precisando (procedimentos normais)! A pessoa que me deu o cão insiste que só mudará o chip para meu nome se eu castrar o cão, e a veterinária disse que NÃO deveria castrar, pois é um cão um pouco ansioso e territorial e a castração pode piorar a situação e tornar o cão agressivo!

      O cão está a ser treinado com a ajuda de uma profissional para melhorar o temperamento, mas mesmo assim, a opinião da veterinária é que não deve ser castrado!

      Como devo proceder neste caso? Tenho o direito de reivindicar a passagem do nome do chip para mim sem ter que o castrar?

       

    • #189420 Responder
      Rui David
      Convidado

      Relativamente ao assunto que nos escreve, este deverá ser resolvido entre a associação onde adotou o animal, a escola de treino e o seu veterinário. No entanto, a maior parte das associações de animais e dos canis municipais, apenas entregam os animais já castrados e chipados.
      Assinou algum termo de adopção na entrega do animal onde nas condições fale sobre a castração do animal?

      O comportamento que o seu animal tem, apenas poderá ser corrigido com ajuda de uma escola de treino.
      As opiniões dos médicos veterinários poderão ser diferentes por se tratar de um tema muito vago e complexo. A verdade é que a castração dos animais é fortemente aconselhada até por questões de saude do animal. Este procedimento poderá prevenir problemas graves no futuro do próprio animal e de reproduções não desejadas, o que poderá levar a um aumento da população de animais errantes.

      Aconselhamos a que fale com a associação/pessoa responsável pela adopção para chegarem a um consenso.

      Atenciosamente
      Pelo secretariado da LPDA

A visualizar 1 resposta da conversa
Resposta a: Adoção e castração
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre class=""> <em> <strong> <del datetime="" cite=""> <ins datetime="" cite=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">