Etiquetas: 

  • Autor
    Artigos
  • #165277

    ruidavid
    Administrador

    carne.veg

    A Organização Mundial de Saúde alerta para o consumo excessivo da carne vermelha e seus derivados e recomenda a redução do consumo desses alimentos.

    A LPDA  aconselha a que vá diminuído gradualmente o consumo da carne até à sua abolição total; ao fazê-lo está a zelar pela sua saúde, a proteger o ambiente e a salvar um grande número de animais.

    Até atingir a opção de eliminação total do consumo da carne e seus derivados, tenha o cuidado de verificar o rótulo dos produtos que consome; recuse completamente todos os produtos derivados de criação intensiva, ou seja, de animais criados em cativeiro.

    Estes produtos são altamente prejudiciais à saúde  pois são criados por processos artificiais; os animais criados em cativeiro vivem privados de movimentos, com luz artificial, sem verem a luz do sol, tão necessária ao seu crescimento, são alimentados com farinha de peixe ou de carne onde são introduzidas hormonas de crescimento rápido, ao invés de forragens naturais, tão essenciais aos herbívoros.

    A criação intensiva de animais apenas tem em conta o lucro em detrimento da saúde pública.

    Não só pelos animais, mas também pela defesa da vossa saúde, da vossa qualidade de vida e do ambiente, comecem já  a reduzir o consumo  de  produtos de origem animal, tendo em atenção que o perigo maior, para os humanos e o ambiente, deriva da criação intensiva.

    Reduza o consumo da carne; comece a introduzir na sua alimentação um regime mais equilibrado de verduras, leguminosas, cereais e frutos.

O fórum ‘Comunicações LPDA’ está fechado para novos tópicos e respostas.