• Autor
    Artigos
  • #177824 Resposta

    Boa tarde,

    No passado sábado a minha cadela soltou-se da trela, pois deu um esticão quando viu outro cão. Acabou por sair do passeio para a estrada e foi atropelada. Nem eu, nem a dona do outro cão vimos o atropelamento, pois estava um carro estacionado em segunda fila, mas ouvimos o embate. O dono do carro saiu da viatura aos gritos a dizer que a cadela lhe tinha “dado cabo do carro”. Tanto eu como a outra senhora não vimos qualquer estrago, apenas uns riscos que, não nos pareceu de todo terem sido feitos pela cadela. O carro estava muito sujo, e dissemos que o que aparentemente se via não tinha sido devido ao atropelamento e sugeri que fosse chamada a polícia. O senhor não o quis fazer e continuou  apontar para o carro a dizer que estava com estragos. Sei que, enquanto proprietária do animal sou responsável por quaisquer danos que possa causar por estar solto na via pública. Fiquei tão stressada com a situação que acedi prontamente a pagar os danos que a viatura pudesse ter e solicitei que me enviasse o orçamento assim que o tivesse. Acontece que o senhor me informou por sms que o valor do arranjo do carro é de 180€, não me enviou qualquer orçamento, apenas a foto dos danos. Acho muito improvável que o animal tenha feito aqueles estragos e envio foto só para perceberem do que falo , contudo estou disposta a pagar porque não quero mais aborrecimentos e não tenho como provar o contrário. Saliento apenas que a cadela ficou bem, não teve qualquer tipo de queixas.

    A minha questão é: sou obrigada a pagar sem que me seja apresentado um orçamento?

    Obrigada

  • #177846 Resposta

    Rui David

    A questão que põe ultrapassa o âmbito da defesa dos animais; creio que poderá obter uma resposta mais avalizada junto da DECO, por exemplo. De qualquer forma, em termos legais, se um canídeo está solto na via pública, mesmo tendo-se soltado sem intenção da dona e provocar um acidente, a dona do canídeo é responsável pelos danos causados no carro. A questão que põe é saber se os tais danos apontados pelo condutor terão sido feitos pelo embate com a sua cadela; se havia dúvidas deveria ter-se chamado as autoridades policiais ou accionado o seguro para que um perito observasse o veículo. Por fim, tendo chegado a um acordo com o dono do carro,parece-me que, pelo menos, ele lhe deveria facultar o orçamento do conserto.

  • #177849 Resposta

    Obrigada pela rápida resposta.

Resposta a: Atropelamento de animal e respectivos danos
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">