• Autor
    Artigos
  • #168581 Resposta

    Rui Monteiro
    Participante

    Bom dia,

    Eu e a minha namorada mudámo-nos no final do ano passado para um apartamento na zona de Oeiras e desde início que sofremos um pouco com este animal.

    Trata-se de um cão que pertence a um prédio próximo do nosso, no entanto como só conseguimos vê-lo nas trazeiras e dada a  configuração dos prédios não conseguimos perceber qual o andar certo emque tocar à campainha para falar com os donos.

    O que acontece é que o cão fica, às vezes, durante horas seguidas a ladrar. Durante o dia não nos faz diferença nenhuma, mas de noite é extremamente incomodativo, pois acordamos com o animal e não conseguimos descansar.

    As duas últimas noites acordámos com o cão a ladrar às 3 da manhã.

    Pelo que consigo ver do quintal o cão não tem uma casota e dorme ao relento quer faça chuva, quer faça sol. Já chamei a psp duas vezes mas disseram-me que nada podem fazer pois não existem sinais de maus tratos ao animal.

    Mas pergunto eu, não é mau trato não providenciar um local abrigado para o animal poder dormir?

    Peço, portanto a V.Exas. apoio nesta situação, pois não sei o que fazer e, óbviamente, fazer mal ao animal está fora de questão pois ele não tem culpa, é um cão.

    Desde já estou grato a V.Exas pela atenção dispensada.

    Aguardo feedback.

    Semoutro assunto de momento e com os meus melhores cumprimentos,

    Rui A. Monteiro

  • #168582 Resposta

    Rui David

    Antes de mais é preciso identificar o que realmente está em causa. Maus tratos a animais é uma coisa e barulho nocturno é outra (apesar de poderem estar relacionados, mas não necessariamente).

    É uma das obrigações dos donos de um animal providenciarem um espaço onde este possa estar protegido dos elementos, nomeadamente do frio, calor ou chuva. Mas é preciso saber ao certo se o animal não tem qualquer refúgio ou se não tem acesso ao interior da casa. Se assim for, deve contactar-se o departamento animal da PSP (PSP-Defesa Animal).

    No caso de se tratar de ruído nocturno, o melhor é sempre começar por conversar calmamente com os donos, sensibilizando-os para os incómodos dos vizinhos; podem inclusive falar com outros vizinhos para saber as suas opiniões. Identificar o andar certo não será, com certeza, um impedimento de maior e muitas vezes é preferível resolver estas situações de modo civilizado, entre vizinhos, numa base de boa fé, antes de “meter” as autoridades policiais (ao caso a Polícia Municipal) ao “barulho”.

  • #172964 Resposta

    Domingos Jose Gomes de Sá

    os animais presentemente tem muita proteção , eu acho isso tudo tretas e bom e faz-se Politica, mas ao fim quem sofre são os animais. a minha história a cerca de um Ano mudei de Casa, entretanto o vizinho que mora na vivenda em frente chegou de férias com uma cadela Pastor Alemã com cerca de 3 meses, o animal não se calava era dia e toda a noite, fui falar democraticamente com ele, toco a campainha, abre a porta, armado em Stalone, o que é que Quer? humildemente disse o senhor já sabe e a Cadela ladra dia e noite, resposta . Não tenho solução deu meia volta abriu a porta entrou e bateu-me com a porta na cara.

    já chamei a policia em Agosto mas o cavalheiro , ou que fosse avisado, desapareceu com as cadelas tamben tem uma boxer.(esta cadela mais velha mas um amor. Foi um ceu . Regressou o fado é o mesmo ladra de dia mas mais durante a noite.

    Profissão de ambos (Professores).  Pessoas que deviam dar exemplo pois alem de educarem os filhos, tem responsabilidades acrescidas como educadores de crianças.

    o meu caso, terá que ser resolvido com a policia ou camera Municipal ?

     

    Obrigados por me aturarem.

     

     

  • #180616 Resposta

    Francisco Carvalhal

    <span style=”font-size: large;”>Ex.mas(os) Senhoras(es) da LPDA,</span>

    <span style=”font-size: large;”>Bom dia,</span>

    <span style=”font-size: large;”>Venho por este meio perguntar á LPDA qual o procedimento que se deve usar quando um cão ladra consecutivamente quando o mesmo fica sozinho em casa?</span>

    <span style=”font-size: large;”>No prédio vizinho ao nosso lado existe um cão de porte pequeno que ladra consecutivamente quando fica sozinho. Eu próprio à cerca de dois ou três anos já fiz uma exposição via e-mail á LPDA e á PSP. Nessa altura a PSP foi falar com a Dona do cão mas a verdade é que os problemas do ladrar consecutivamente continuam. Temos tido todos muita paciência e tentamos de uma certa forma habituar-nos com este grave problema mas por vezes é demais e sinceramente já não sei o que fazer. Ainda o ano passado voltei a falar com a Dona deste cão para ela fazer alguma coisa mas tenho a certeza que faz ouvidos de mercador, porque para esta Senhora deve ser normal, porque ela não é incomodada porque quando chega a casa faz a festinha habitual de recepção e evidentemente que o cão fica mais calmo mas quando ela e a sua família sai de casa lá volta outra vez o mesmo problema… O LADRAR CONSECUTIVAMENTE.</span>

    <span style=”font-size: large;”>Por exemplo hoje dia 23 de Junho de 2019 o cão está a ladrar à mais de duas horas sem parar. Acreditem que é muito maçador porque preciso de descansar e não consigo porque o apartamento desta Senhora é colado ao meu e tenho que levar com isto praticamente todos os dias.</span>

    <span style=”font-size: large;”>Existem certo tipo de Donos de cães que se esquecem que há pessoas que trabalham à noite e precisam de descansar de dia, ou seja, trabalham por turnos, e este tipo de Donos de cães não respeitem o bem estar dos vizinhos. Este tipo de Donos de cães ignoram completamente o bem estar dos vizinhos. </span>

    <span style=”font-size: large;”>Por vezes existem graves problemas entre vizinhos por causa deste tipo de situações e as Entidades Responsáveis por vezes ignoram completamente este tipo de problemas.</span>

    <span style=”font-size: large;”>Estive a ler um artigo da DECO e realmente existe uma Lei que protege as pessoas neste tipo de casos.</span>

    <span style=”font-size: large;”><b>Este cão está num apartamento na Av do Parque, nº 32, 2º piso, Rinchoa, freguesia de Rio de Mouro concelho de Sintra (o apartamento onde está este cão não sei ao concreto se é 2º esqº ou 2º dtº mas é de certeza o 2º andar).</b></span>

    <span style=”font-size: large;”><b>Por favor vejam da melhor forma se podem falar com a Dona deste cão e resolver este problema que já acontece ás mais de 3 anos.</b></span>

    <span style=”font-size: large;”><b>Aguardo uma resposta.</b></span>

    <span style=”font-size: large;”><b>Muito obrigado.</b></span>

    <span style=”font-size: large;”><b>Melhores cumprimentos,</b></span>

    <span style=”font-size: large;”><b>Francisco Carvalhal</b></span>

Resposta a: Cão que ladra muito durante a noite.
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">