• Autor
    Artigos
  • #172120 Resposta

    Elisabete

    <p style=”text-align: left;”>Olá,</p>
    Conheço uma pessoa que já por 2 vezes vai buscar gatinhos pequenos e fica com os animais por meia dúzia de meses e depois dá os a outras pessoas, ou porque quer ir de férias ou porque tem alergia (curioso porque não a têm no trabalho e trabalha no canil)!. Agora foi novamente buscar outro gatinho, que deverá ter a mesma sorte dos outros. Realmente trata se de uma pessoa com incapacidade de possuir o que quer que seja muito tempo pois farta se. A minha pergunta é se neste caso posso (como conhecedora de causa) fazer alguma coisa para impedir que essa pessoa não tenha mais animais (onde me posso queixar), e não vale a pena falar com ela pois não é uma pessoa razoável. Aguardo vossa informação para saber o que posso fazer para impedir a continuação da mesma história de sempre.

    Obrigado

  • #172352 Resposta

    Janet

    Na avenida da liberdade na Quinta do Conde há uma moradia cujos donos tem um cão grande que ladra a noite inteira. Os donos não fazem nada para acalmar o cão durante a noite. Além de que não pode passar um transeunte na rua que o cão não para de ferozmente ladrar e atirar se a vedação . Este não é caso único na localidade. Mas visto o cão ser de grande porte, o ladrar é barulhento no meio do silêncio. Ao chamar a dona d cao a atenção de  que o cao nao deixa ninguem dormir, ela reagiu de modo agressivo. Morada: Av da liberdade 1517 A – Quinta do Conde

Resposta a: Incapacidade de possuir animais
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">