• Autor
    Artigos
  • #175046 Resposta

    Alexandre Braga
    Participante

    Boa noite,
    Venho por este meio esclarecer alguma dúvidas.
    Acolhemos 4 gatinhos que se encontravam numa caixa que deixaram em frente a um restaurante.

    Dois (macho e fêmea) foram adoptados por pessoas amigas e outros dois ficaram connosco. Um deles (o macho) foi diagnosticado com hipoplasia cerebelar, que causa essencialmente problemas de equilíbrio sem afectar muito a qualidade de vida e a esperança da mesma.

    Recentemente o gato caiu de um móvel e abriu a pele junto à perna esquerda traseira. Levamo-lo de urgência para um hospital veterinário mais proximo, foi tratado lá e no dia seguinte voltou para casa. No dia seguinte começou a ter sintomas que achamos estranho, estava letárgico, com diarreia e resolvemos levá-lo, de novo ao mesmo veterinário. Eles disseram que podia ser um vírus latente que com a queda acordou. Ficou lá internado durante uns dias, entre análises, testes e afins.
    Entretanto a gata que ficou connosco começou a desenvolver os mesmo sintomas.

    Como o local onde o gato estava internado não era próximo da nossa residência, mas sim do sítio um trabalhamos umas temporadas resolvemos transferi-lo para uma clinica veterinária mais próxima.

    Quando o fomos buscar, disseram-nos para não nos assustarmos com a patinha (da frente, nada a ver com a do golpe, que estava a cicatrizar bem e já sem os pontos), pois estava estava inchada por causa do cateter que transportava o soro. Noto que o cateter foi trocando de patinha para “não saturar as veias”. Quando chegamos lá (por volta das 22:00) deparamo-nos com uma pata 3 vezes superior ao tamanho e a largar pus pelos poros. Disseram-nos para por gelo durante 15 minutos, quatro vezes ao dia e que era apenas uma inflamação normal devido aos líquidos transportados pelo cateter. Pagamos cerca de 600 euros no total.

    No dia seguinte levamo-lo para o novo veterinário, o qual já tinha sido previamente contactado para a transferência.
    Ao verem o gatinho ficaram completamente alarmados com o estado dele. Na verdade, o gato tinha uma infecção muito grande na pata que supostamente estava apenas inflamada e que nada tinha a ver com acidente original. Parte da infecção já tinha subido para o peito, e a ferida da pata de trás voltou a abrir.

    Pedimos o relatório de internamento ao primeiro veterinário que supostamente era feito por um médico que nunca vimos. Este foi entregue por e-mail. O relatório era simplesmente um texto descritivo com informações pouco precisas, com algumas falsas e outras omitidas. Nele diziam que rejeitamos o teste ao coronavirus (mentira, apenas nos disseram que não era muito eficaz), que pedimos alta-contra-indicada (o que pedimos foi transferência) e omitiram a patinha inchada. O relatório não vinha assinado por ninguém,

    Passados alguns dias, e depois de muita luta e tentar combater uma infecção na pata, e o próprio vírus que afectou o gato, o pequenino morreu.

    Ainda não sabemos quanto vamos gastar mais no internamento final mas suponho ser mais uns 500 euros.

    É de referir que o primeiro hospital verterinário tinha o selo de cat friendly clinic, e lá pudemos observar que não cumpriam as normas do mesmo. O gato encontrava-se numa jaula ao nível do chão, e num dos dias, pudemos ver cães a ladrar na jaula imediatamente acima.

    Gostaria de saber o que devo fazer neste caso, que acredito ter tido o desfecho que teve por culpa dos primeiros veterinários envolvidos.

    Agradeço a atenção,
    Alexandre Braga

     

     

  • #175051 Resposta

    Rui David

    Fazer uma reclamação no livro de reclamações da clínica, descrevendo o melhor possível os factos, com datas, horas, etc. Ao formalizar a reclamação deve ficar com uma cópia – as reclamações em livro são feitas sempre em triplicado, ficando uma cópia na clínica, outra para o reclamante e o original a clínica envia para o organismo que supervisiona a actividade, neste caso a Ordem dos Médicos Veterinários. Entretanto, deve fazer, por sua iniciativa, uma exposição pormenorizada a este organismo, anexando cópia da reclamação e relatórios médico-veterinários.

Resposta a: Negligência Veterinária
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">