A visualizar 7 respostas da conversa
  • Autor
    Artigos
    • #171294 Responder
      mariajoao02
      Participante

      Boa tarde

      No dia 29.12.2017 o meu marido estava a passear o nosso cao (de trela) quando outro cao de raça Pitbull que andava solto e sem açaime atacou o nosso.O meu marido ja tinha avisado o dono para prender o cao, visto que uma vez tinha investido contra o nosso mas sem ferimentos.Desta vez mordeu-lhe na cabeça e na altura o dono mostrou-se preocupado com o nosso e comprometeu-se a pagar as despesas.O nosso cao foi levado de urgencia para o veterinario,levou varios pontos na cabeça e o dono do outro cao apareceu no final da consulta para pagar a despesa.Decidimos nao apresentar queixa esperando que o dono fosse uma pessoa responsavel. O nosso cao teve que ir todos os dias ao veterinario , deixaram uma parte sem pontos para poderem sair os liquidos e fazerem limpeza de modo a nao criar infeçoes.Ao fim de uma semana ligamos ao dono do outro cao a dizer-lhe o valor dos tratamentos ate a data e como seria de esperar de uma pessoa que nao nos contactou uma unica vez para saber como estava o nosso cao, fugiu às responsabilidades e ainda exigiu (como dissemos que iriamos apresentar queixa) o dinheiro que tinha pago no dia do acidente.

      O nosso cao continua em tratamento pago por nós e felizmente tudo indica que irá ficar bem. O cao dele, pelo que nos disseram , continua a passear solto e sem açaime.

      Apresentámos queixa na policia, disseram que o processo iria para a Camara Municipal e nao sabiam o tempo que estes demoram.

      Gostaria de saber alguma informaçao de como se processam estas situaçoes e se realmente os donos sao responsabilizados.

      Obrigada pela vossa atençao

    • #171295 Responder
      Rui David
      Convidado

      O tempo de resposta depende de muitos factores mas as autoridades policiais costumam agir nestas situações. Ficar com uma cópia da queixa apresentada com o respectivo n.º de auto, para a qualquer altura saber em que fase se encontra o processo, guardar sempre todos os relatórios veterinários e os recibos das consultas para anexar ao processo e sempre que o dono do cão o passear sem trela fazer nova queixa, insistindo na perigosidade da situação, para outros animais e pessoas.

    • #171304 Responder
      mariajoao02
      Participante

      Estamos a guardar todos os documentos e recibos.No final do tratamento o veterinario irá passar o relatorio.Obrigada.

    • #179536 Responder
      Rebeca Moreira
      Convidado

      Meu cachorro brigou e agora está com uma ferida aberta em baixo do braco e perdeu seus 2 dedos da patinha.

      Esta muito feio.

    • #181929 Responder
      Antonio Santos
      Convidado

      Bom dia,

      Passei por algo semelhante e apresentei queixa para além do dono do cão agressor ser responsabilizado eu ser ressarcido dos gastos no tratamento.

      Meu espanto ter recebido uma carta do tribunal a responsabilizar o agressor e envio do processo para a DGV e o respectivo arquivamento do processo em tribunal. Questão, como faço para ser ressarcido dos gastos no tratamento? A carta fala em que poderei ser ressarcido através de entidades civis….. Alguém pode ajudar?

    • #181939 Responder
      Rui David
      Convidado

      Penso que o melhor é entrar em contacto com o tribunal que enviou a carta para esclarecer as dúvidas. Se precisar, entre em contacto com a LPDA por tel. ou mail e envie a respectiva documentação para que o possam orientar.

    • #187863 Responder
      Maria Marreiros
      Convidado

      Boas

      Hoje O meu cão foi atacado por outro quando passeavamos na prai. A dona do cão agressor deu-me os seus contactos depois de pressionada por várias testemunhas. Enviei o recibo do veterinário para o seu e-mail e agora aguardo pagamento. Que devo fazer? Devo de ir à policia? Será que me podem ajudar?

    • #187943 Responder
      Rui+David
      Convidado

      Os acidentes acontecem e ninguém está livre. A resposta a estas situações depende da boa fé das pessoas. Se acha que a outra pessoa se mostra disponível para resolver as coisas a bem, entre pessoas civilizadas e de bom senso talvez não queira complicar metendo as autoridades ao barulho. Se assim não acontecer, pode sempre apresentar uma queixa junto da autoridades policiais. Seja como for convém sempre guardar todos os elementos, relatórios médico-veterinários e recibos de despesas.

A visualizar 7 respostas da conversa
Resposta a: Resposta a #171304 em O meu cão foi atacado por outro
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre class=""> <em> <strong> <del datetime="" cite=""> <ins datetime="" cite=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">

Cancelar