• Autor
    Artigos
  • #168480 Resposta

    José Victorino

     

    Boa tarde

    Necessitava do vosso auxílio para tentar regular uma situação que é anómala

    Temos três cães no nosso edifício de 15 fracções com 5 pisos.

    Uma das fracções tem um cão que tem um cheiro bastante desagradável e o animal larga muito pêlo no elevador.

    O elevador também é usado por crianças e temos receio que os pêlos do cão possam causar algum problema.

    Já chamámos a atenção da detentora do animal e ela limita-se a colocar, ás vezes, um spray no elevador de forma a inibir um pouco o cheiro mas, não é suficiente porque, rapidamente o cheiro do ambientador desaparece e o cheiro do animal persiste.

    Não querendo eu que algo suceda solicito o vosso auxílio no sentido de me orientarem, juridicamente, sobre a melhor forma de fazer para que esta situação se desvaneça.

    Obrigado

  • #168506 Resposta

    Rui David

    Tanto a questão do cheiro intenso como o largar pêlo, pode ser (mas não necessariamente) sinal de algum problema de saúde e se for o caso a dona deve ser alertada para essa hipótese, já que deverá ter todo o interesse em resolve-lo. Se o problema for crónico, terão de ser encontradas formas de minimizar a situação. Tal como se se tratasse de uma pessoa com um problema idêntico, os animais continuam com o direito de usar o elevador, sobretudo se viver num andar alto ou tiver já alguma idade e/ou limitações de locomoção. Se houver mais do que 1 elevador, podem combinar ela usar apenas um deles, se não, a dona do animal deverá zelar o mais possível pela limpeza e salubridade dos espaços em comum que utiliza. É sobretudo uma situação que deve ser gerida com bom senso e boa comunicação entre todos.

Resposta a: Pedido de ajuda
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">