• Autor
    Artigos
  • #172858 Resposta

    José Silva

    Boa tarde.

    Venho por esta via,colocar a seguinte questão; Vivo á 8 anos num apartamento no Porto Alto-Samora Correia. Em frente á nossa residênçia existe 2 moradias,1 com dois cães e outra com mais de 10. de á 8 anos para cá que tenho estado a suportar juntamente com a minha mulher e os meus dois filhos,um dos quais autista, um barulho infernal, além de já termos assistido aos cães da moradia que tem um numero de cães muito superior ao que a lei permite,infrigirem maus tratos uns aos outros,tendo já chegado ao ponto de causarem a morte de alguns deles.Tendo a minha esposa já falado por mais de uma vez com a proprietária dos mesmos, mas nada foi feito pela mesma até hoje,para alterar esta lamentável situação.Nesse sentido gostaria de ser informado sobre o que poderei e deverei fazer, para resolver esta situação.

    Para terminar gostaria de referir que toda a vida tive animais e ainda hoje tenho dois lindos gatos,mas sempre os tive com a plena consciência de como os tratar e ao mesmo tempo respeitar quem vive ao meu redor,o que não acontece com os proprietários destes animais.

    Mais uma vez e nesse sentido,peço a vossa ajuda para esta complicada situação.

    Melhores cumprimentos.

    José Silva

     

     

  • #172868 Resposta

    Rui David

    O ideal seria a situação resolver-se com bom senso, conversando calmamente e sensibilizando as pessoas para a posição de cada um. Se houver mais vizinhos que se queixem do mesmo, poderão actuar conjuntamente. Não sendo assim, só as autoridades policiais poderão resolver a questão, nomeadamente a policia municipal, quando há, ou a GNR, através de uma queixa por ruído de vizinhança. Sobretudo durante a noite, das 23h as 08h e durante os fins de semana, a lei diz que não pode haver barulho, de alto volume e de modo contínuo, o que pode dar origem inicialmente á aplicação de multas, podendo evoluir para outros tipos de sanções.

  • #172912 Resposta

    Joaquim

    Mas não deveria a lpda intervir junto destes casos? Tem que haver condições minimas para se ter os animais, ou não?
    Distâncias, ruído, mau cheiro, etc… são tudo pontos que parece não haver preocupação por parte da liga em criar leis junto do estado.
    A liga concorda ser permitido por lei ter um cão raça perdigueiro numa varanda 2m por 2m?

    Ob

    • #172968 Resposta

      Rui David

      Compreendo a situação mas penso que há alguma confusão sobre as competências das associações nestes casos. As leis existem, é preciso é po-las em acção. O problema não são os animais mas o ruído. Se há uma família que não sabe educar os filhos que passam o tempo a gritar e a berrar, não podemos exigir a solução as associações de protecção das crianças, tal como se há alguém que passa o tempo a ouvir música em alto som, não podem ser as associações musicais a tratar do assunto. As associações podem aconselhar as pessoas a educar melhor os seus animais, o que é desejável, mas o problema do ruído de vizinhança tem que ser tratado com as autoridades policiais.

Resposta a: Ruido causado por animais
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">