• Autor
    Artigos
  • #167664 Resposta

    HELENA MARIA NOGUEIRA BARRAU

    Boa noite,

    Gostaria da vossa ajuda para a seguinte situação:

    A cerca de 8 meses resgatei perto de minha casa uma gatinha com 6 meses que foi abandonada. Levei a gatinha ao vet para ser vacinada e ver se estava bem. Esteve em minha casa uma semana.

    Nessa altura uma colega minha queria um gato para companhia porque vivia sozinha, embora tivesse um namorado. Estive sempre em contacto com ela para ir sabendo da gatinha.

    A determinada altura pediu-me para ficar com a gatinha 3 semanas, porque ia de férias para caboverde ter com a familia, pois está a viver sozinha em Portugal. Entregou-me a gatinha dia 1/7/16, perguntou uma vez pela gatinha enquanto esteve de férias. Regressou ao trabalho dia 25/7/16, quando me cruzo com  evitou-me,  sendo eu é que abordei o assunto da gatinha, informando-a que estava bem , embora com o cio, não adiantou em vir buscá-la. Achei a situação um pouco estranha para quem está 3 semanas sem ver o seu animal de estimação. Após 2 dias, voltei a abordar de novo o assunto de quando podia ir buscar a gatinha, respondeu que só a partir do dia 1/8/16, que é quando tinha passe e como mora na margem sul ficaria muito caro vir buscá-la, aceitei o motivo, embora questiona-sse se o namorado não podia vir buscá-la, respondeu que não porque estava a estagiar. No dia 31/7/16, mandéi uma sms a dizer que estava em casa uma vez que falou em talvez no domingo pudesse vir buscá-la. Respondeu a dizer que não podia porque ainda não tinha o passe, não adiantou  uma vez mes mais dia exacto da entrega. Liguei-lhe de seguida explico de novo que a gatinha estava com o cio , e tinha tem que estar isolada dos meus gatos e estando a  sofrer, tendo assim que ser castrada, respondeu que a castração era muito cara, prontifiquei-me na ajuda no pagamento da castraçao, inclusive arranjar um vet. Envie esta informação por sms, não respondeu, no dia a seguir questiono se viu a sms, diz que não teve tempo para responder porque estava a fazer o jantar. Dia 1/8/16, cruzo-me com ela no wc, abordo mais uma vez o assunto, diz que esteve a falar com o namorado e que estavam com pena de me pedir a gata porque eu já estava afeiçoada a ela, e talvez fosse melhor adoptar um gato bébe, para o aducar à maneira deles porque ás vezes arranhava o namorado, eu respondi é normal o teu namorado tem um cão e com o cheiro eles reagem ainda para mais como esteve na rua, este cheiro é-lhe familiar, porque teve que fugir e esconder-se para sobreviver. Fiquei interiormente chocada, mas respondi, se é isso que queres eu fico com ela, não quero que seja abandonada. A mesma informa que vai “dormir sobre o assunto”. Volto a perguntar se quer a gata diz que afinal quer, mas não adianta data de entrega. De novo volto a questionar quando vai buscá-la, ficou combinado vir buscá-la dia 7/8/16, fiquei á espera o dia inteiro, não ligou para combinar hora exacta e local. No dia seguinte , (dia 8/8/16), cruzei-me com ela na copa, não falou e  não aborda o assunto, nem deu uma explicação. Perante este triste episódio, e comportamento abusivo por parte de uma pessoa que diz que gosta de animais, decidi assumir a responsabilidade de ficar com a gatinha, porque não merece este desprezo. Já decidi mandá-la castrar e integra-la com os meus 3 gatos. (2 gatos e uma gatinha, dois são também de rua). Dia 11/8/16, ao passar no meu posto de trabalho vem ter comigo,(um sitio onde não posso falar porque estou no atendimento, e onde estou rodeada de colegas e chefias), para combinar entrega da gata, revoltada respondi, não te preocupes a gata está bem e não quis mais conversa. Não insistiu até hoje, passa por mim mais uma vez em privado e nada adianta e nunca abordou o assunto em particular. Perante isto que descrevo, gostaria de saber como proceder para ficar com a gata. Quando levei a gatinha ao veterenário em out/15, ficou lá o meu registo, posso adopta-la, alegando que não quis saber dela.

    A gatinha continua com o cio, estou á espera que o vet venha de férias para marcar a castração.

    Gostaria da vossa ajuda.

    Grata pela atanção dispensada,

    Helena Barrau

     

     

     

     

  • #167698 Resposta

    Maria

    Boa noite  Helena

     

    A minha veterinária disse que a partir do momento que a gata for esterilizada e chipada por si tendo a mesma fatura e o numero de chip a gata passa a ser sua automaticamente. Porque a gata não tem dono nenhum.

     

    Espero ter ajudado

    • #167699 Resposta

      Maria

      Boa noite Helena

      A minha veterinária disse que a partir do momento que a esterilizar e colocar um chip nela tendo a fatura das despesas mencionadas e o numero de chip automaticamente ela passa a ser sua. Nas condições apresentadas por si, gata não constitui dono até o momento.

      Espero ter ajudado.

       

       

       

Resposta a: GATINHA
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre> <em> <strong> <del datetime=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">