A visualizar 3 respostas da conversa
  • Autor
    Artigos
    • #168651 Responder
      catia martins
      Participante

      Boa tarde.

      Sou de Famalicão e hoje durante o meu horário de trabalho (faço distribuição de mota) encontrei um senhor na estrada junto a um gato.

      Acontece que, alguém atropelou o gato e fugiu. O senhor já estava ali à quase meia hora, e já tinha ligado para a GNR e para a PSP mas ninguém aparecia. Nem eu nem ele podíamos transportar o gato, também ligamos para o canil mas ninguém podia tratar do animal…

      Não sei o que aconteceu com o gato porque entretanto tive de deixar o senhor e retornar ao meu trabalho.

      A minha questão é: Não deveriam as autoridades ajudar neste tipo de situações? Tem de haver alguém para ajudar nestas situações certo?  (o gato não era nosso)

    • #168652 Responder
      catia martins
      Participante

      De salientar que as autoridades e o canil encontravam-se perto. Esta situação aconteceu em Lousado.

    • #168653 Responder
      Rui David
      Convidado

      Infelizmente continua a não existir em Portugal clínicas ou hospitais veterinários públicos para atender a este tipo de situações. Mesmo os gabinetes médico-veterinários municipais funcionam, nestas situações, consoante a sensibilidade de quem lá trabalha. Na realidade, para estes animais, resta a sensibilidade e boa vontade de todos nós. O que fazer? Não deixar de contactar as autoridades policiais da zona e o gabinete médico-veterinário municipal. Contactar também uma associação de defesa animal da zona para saber, por um lado, qual a atitude habitual do veterinário municipal, e saber se existe, perto, alguma clínica veterinária de custos controlados que costume ajudar nestas situações.

      A médio-longo prazo, lutar pela criação de unidades veterinárias públicas, através de petições e no envolvimento em propostas já iniciadas por várias associações de defesa animal.

    • #181293 Responder
      joao nuno castro manuel
      Convidado
      1. Boa tarde eu sou de caldas da rainha (casal da marinha) e ontem quando eu não estava em casa atropelaram as minhas gatas a minha mãe que estava em casa e que as viu mortas ela disse que levaram uma pancada na cabeça e que uma estava ao pé do caixote do lixo e outras um bocado mais longe. Eu queria saber quem foi o culpado. É preciso de ajuda por favor.
      • #181314 Responder
        Rui David
        Convidado

        A morte de um animal é sempre de lamentar e quando são vítimas de um acidente, por vezes é isso mesmo: um acidente. Em termos legais, os animais de companhia não podem (não devem) andar soltos na via pública e como são, naturalmente inimputáveis, a responsabilidade do que ocorrer por sua acção, recai sobre o seu dono. No caso de um acidente de viação provocado por um animal, se houver uma queixa formal, podem ser responsabilidade do dono do animal os prejuízos materiais e pessoais.

A visualizar 3 respostas da conversa
Resposta a: O que fazer com gato atropelado?
A sua informação





<a href="" title="" rel="" target=""> <blockquote cite=""> <code> <pre class=""> <em> <strong> <del datetime="" cite=""> <ins datetime="" cite=""> <ul> <ol start=""> <li> <img src="" border="" alt="" height="" width="">